Ícaro


Certo dia, acho que do final dos anos 80 ao início dos 90, Edson Alexandre me mostrou um novo poema. Que coisa linda! Fiquei impressionado com as imagens que ele usou. Começava assim: "Eu mordi na tua língua a carne dos desejos, reconheci todos os cheiros que saíam de ti...". A inspiração me veio instantaneamente...era preciso dar asas àqueles versos, para que o poema não derretesse com o sol do esquecimento. Em 1996, estreei o espetáculo Ícaro no Anfiteatro da UFSC, com uma reapresentação no Teatro de arena do Sesc, em Rio Branco do Acre. Grande noite de reflexão sonora sobre nosso drama existencial, tão bem tematizado pelos gregos: até onde podemos ir com as asas do nossos desejos?

"Tatuei na tua boca dois sóis, duas, luas, pra sentir o gosto do céu e voar por aí até a cera derreter". (Edson Alexandre, música de Sergio Patchouli).


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Twitter Social Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon